Departamento Pessoal no Brasil

Archivo de 'Apostila'

Departamento Pessoal Online


Há vários cursos de Departamento Pessoal Online como o da Prime Cursos que tem certificado é reconhecido em todo o país. O curso é online, então está aberto todas as horas do dia e todos os dias da semana. É possível tirar dúvidas via Chat. O curso é ideal para quem não tem tempo, mas necessita incrementar o currículo.

O site DP Online no Webnode tem um curso também, que é dividido em seis módulos e é disponibilizado em formato PDF. O conteúdo é atual, as imagens são coloridas, tem organogramas ilustrativos, seiscentos e cinqüenta exercícios com gabarito, exemplos com explicação, legislação anexa, tabelas, formulários, guias e modelos de documentos tanto da área trabalhista quanto da área previdenciária. O curso dura noventa dia, cento e oitenta horas de aula que são contados a partir do dia seguinte após a confirmação o pagamento. O material didático é enviado por email. Eles disponibilizam gratuitamente o download do quinto módulo sobre rotinas e práticas trabalhistas. O curso custa oitenta reais é pago através do Pag Seguro, pode ser dividido em doze vezes no cartão de crédito (Visa, Mastercard, Diners Club, American Express, Elo, Hipercard, Aura, Plenocard, Personalcard, Brasilcard e Oi Paggo).

O Portal Power possui um curso completo que custa trinta e cinco reais. Estão no programa do curso muitos conteúdos importantes: Folha de pagamento, férias, rescisão, encargos sociais, correspondências utilizadas em um Departamento de Pessoa, Dicas para departamento de pessoal, dicas para departamento pessoal, procedimentos para fiscalização, procedimentos para seleção, CIPA, PCMSO, PPRA, formulários, direito do trabalho, identificação profissional, terceirização, documentação, PIS, PASEP, jornada de trabalho, compensação de horas, trabalho noturno, entre outros.

Recursos humanos trata da gestão de pessoas, também chamada de gestão de recursos humanos. Tal gerência tem a finalidade de selecionar, controlar e demitir trabalhadores de uma determina empresa em suma. O departamento de recursos humanos, em alguns locais, é o departamento de pessoal em outros. Há componentes históricos nomenclaturas, mas isso já não vem mais ao caso, embora seja um fato que alguém que trabalha com recursos humanos vai ganhar um pouco mais do que quem trabalha no departamento de pessoal.

O principal modelo de gestão de pessoas usado no mundo é a chamada gestão por competências. E neste método é feito mapeamento e mensuração por competências, seleção por competências, avaliação por competências, plano de desenvolvimento por competências. Entre os serviços que são mais feitos em matéria de recursos humanos estão o assesment, headhunting, ínterim management, outplacement, outsourcing e recrutamento e seleção.

Para trabalhar nesta área é necessário no mínimo ter o ensino médio completo, um curso de qualificação na área e conhecimento de informática, basicamente, Word, Excel, Internet e Windows. Em empresas maiores, pode se requerer diploma universitário na área de Psicologia, Pedagogia, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Ciências Humanas, MBA em Gerência.

Entre os principais conhecimentos necessários nesta área estão: documentação na contratação, terceirização, formas de contratação, identificação profissional, direito do trabalho, a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), adicionais, FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), folha de pagamento, poder disciplinar do empregador, falta grave, décimo terceiro salário, férias, férias coletivas, remuneração durante as férias, rescisão do contrato de trabalho, aviso prévio, homologação, prazos para quitar verbas de rescisão, causas de afastamento, cálculo de verbas rescisórias, insalubridade, periculosidade, entre outros.

O trabalho de auxiliar o departamento pessoal pode ser promissor. Pode ser chamado de Assistente ou Auxiliar, pode ser de departamento pessoal ou de recursos humanos. Basicamente a mesma coisa, cuidar dos trabalhadores desde a admissão até o desligamento.

É importante ter conhecimentos de informática como Windows, Word, Excel e Internet. Também é importante saber sobre rotinas de departamento pessoal, folha de pagamento e ter iniciativa, boa comunicação, comprometimento com prazos e resultados. E vários outros tópicos: remuneração, registro de presença, faltas e atrasos, descanso semanal remunerado, intervalos dentro da jornada de trabalho, trabalho do menor de idade, trabalho noturno, adicional noturno, cálculo de hora extra, compensação de horas, jornada de trabalho, documentos de afixação obrigatória, PIS (Programa de Integração Social), PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Públicos), documentação na contratação, terceirização, formas de contratação, identificação profissional, direito do trabalho, a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), adicionais, FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), folha de pagamento, poder disciplinar do empregador, falta grave, décimo terceiro salário, férias, férias coletivas, remuneração durante as férias, rescisão do contrato de trabalho, aviso prévio, homologação, prazos para quitar verbas de rescisão, causas de afastamento, cálculo de verbas rescisórias, insalubridade e periculosidade, entre outros.

Entre os requisitos mínimos para o emprego estão: Ensino Médio Completo, Curso de qualificação profissional na área, conhecimento de informática, basicamente, Word, Excel, Internet e Windows. Em empresas maiores, pode se requerer diploma universitário na área de Psicologia, Pedagogia, Administração, Gestão de Recursos Humanos, Ciências Humanas, MBA em Gerência. O menor salário fica em torno de mil e cem reais, podendo chegar até dois mil e duzentos reais, mas para profissionais com nível superior, o salário pode chegar aos cinco mil reais facilmente.

O Que É Departamento Pessoal

O conceito de o que é departamento pessoal é simples. Não costuma existir nas empresas menores, mas nas maiores sempre é possível de ser encontrado. Se encarrega de atividades específicas de cuidados dos funcionários que trabalham na empresa, começando na contratação, passando pelo pagamento de salários e férias, chegando até a demissão.

É um departamento que é composto por três setores: Admissão, Compensação e Desligamento. O setor de admissão é responsável por recrutamento e seleção, integração e registro. O setor de compensação é responsável por cuidar da jornada de trabalho, folha de pagamento, benefícios e tributação. O setor de desligamento é responsável por cuidar da rescisão do contrato de trabalho, de problemas envolvendo a Justiça do Trabalho e Fiscalização.

O Departamento de Pessoal lida com muito tópicos: remuneração, registro de presença, faltas e atrasos, descanso semanal remunerado, intervalos dentro da jornada de trabalho, trabalho do menor de idade, trabalho noturno, adicional noturno, cálculo de hora extra, compensação de horas, jornada de trabalho, documentos de afixação obrigatória, PIS (Programa de Integração Social), PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Públicos), documentação na contratação, terceirização, formas de contratação, identificação profissional, direito do trabalho, a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), adicionais, FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), folha de pagamento, poder disciplinar do empregador, falta grave, décimo terceiro salário, férias, férias coletivas, remuneração durante as férias, rescisão do contrato de trabalho, aviso prévio, homologação, prazos para quitar verbas de rescisão, causas de afastamento, cálculo de verbas rescisórias, insalubridade e periculosidade.

Recursos Humanos

Qualquer empresa que esteja com suas portas abertas atuando no cenário brasileiro deve possuir um setor ou um responsável pela seção de recursos humanos, mesmo que este indivíduo seja terceirizado e contratado de uma outra agência que não a que o esteja contratando. A importância que um profissional desta área possui dentro do âmbito trabalhador e comercial é muito grande, porém somente vem sendo reconhecida nas últimas décadas, após um exaustivo processo de se fazer entender que melhor do que um indivíduo bem capacitado é aquele que além disso, consegue produzir bem.

O profissional ou o setor de recursos humanos será, então, responsável pela análise e o estudo de todos os possíveis candidatos a uma determinada posição na instituição que esteja oferecendo a vaga. Isto significa que será este profissional que irá elaborar todas as estratégias e as etapas que deverão ser cumpridas por todos aqueles que estejam se candidatando à vaga e através dos resultados obtidos ao fim de cada etapa será realizado um balanço geral com os resultados bem como observações específicas sobre aquelas pessoas que melhor se destacaram durante todo o tempo.

É claro que a finalidade do setor de recursos humanos a encontrar a pessoa ideal que se encaixe nas necessidades e no perfil da empresa e que seja igualmente comprovada sua capacitação bem como também a sua probabilidade de produzir bons resultados. Apesar disso, nem sempre é possível encontrar uma pessoa que de fato se encaixe perfeitamente nesta posição, de modo que cabe ao administrador fazer a escolha final sobre o candidato em questão.